Banda Herdeiros - Povos, Cantai! Nasceu Jesus
"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito ...
HeartSong Cedarville University - A Mighty Fortress
A música Castelo Forte, de Martinho Lutero, numa versão contemporânea ...
Fernandinho - Música: Galileu
Galileu, o novo CD do Pr. Fernandinho, traz canções, cujas mensagens nos reportam ao ponto mai ...
Projeto Líder de Louvor - Ver aonde vou
Como um pai que educa o filho, Ele nos ensina a caminhar, mostra que nós temos um lugar. Ver o ...
Dinossauros da JELB - Teófilos.Net
Edinho
De médico e louco todo mundo tem um pouco. Não sei se ele tem algo de médico, mas loucuras (no bom sentido!)...

1) Seu nome completo:
- Edson Roberto Uhlig, vulgo Edinho.

2) Cidade e Estado de origem:
- A minha cidade de origem é Colatina/ES, mas a minha vida juvenil foi na cidade de Cariacica/ES, na Jelbopi (Juventude Evangélica Luterana Bom Pastor de Itacibá), onde, entre outros cargos, fui presidente em 04 mandatos, que me deram experiência para participar de diretorias distrital e nacional dos jovens.

3) Desde que ano participa das reuniões de grupos de jovens da JELB?
- Eu comecei a participar nos início dos anos 80, na extinta Jelremi (Juventude Evangélica Luterana Redentor – Mirim), logo após a confirmação. Daí em diante, apesar de alguns “vacilos”, nunca mais desviei. Participei ativamente de juventudes por quase 20 anos. Como me casei somente aos 31, posso dizer que estiquei bem a minha juventude (risos).

4) Ainda está em atividade, ou já está em “extinção”?
- Como disse certa vez a dinossaura Waldirene: “a gente deixa de ser jovem mesmo, quando começam chamar a gente para dirigir palestras e oficinas nos congressos dos jovens”... E isto já tive oportunidade algumas vezes... Acompanho com muita atenção (e certa preocupação) o trabalho e envolvimento dos jovens de minha congregação e paróquia, sempre me colocando à disposição, dando “pitacos” e participando de eventos, retiros etc. Mas, do alto dos meus 4.5 estou devidamente extinto. Tenho participado ultimamente de umas reuniões de um projeto de chapa para diretoria nacional da 3LB...

5) Participou de quais congressos Nacionais?
Apesar da minha juventude esticada, participei somente de 04 congressos nacionais: Rio/RJ 93, Santa Rosa/RS 95, Curitiba/ 97 e Guarapari/ES 99.

6) Participação em Congressos Distritais: (lembra quantos?)
Aí é covardia... Comecei ainda quando o Distrito Capixaba e o Verdes Vales eram um só. Meu primeiro congresso, tinha 14/15 anos, passei mais tempo dentro de um ribeirão que cortava a vila de Ponto Alto (Domingos Martins/ES) do que na programação. Mas a nossa juventude ficou em 1º lugar no teste de eficiência espiritual (e em 2º geral individual) e eu, Carlos Hand e Júlio Stov fizemos sucesso com uma peça teatral, que ficou tudo bem (risos). Mesmo antes de participar do CG Jelb já participava de congressos e eventos de distritos vizinhos. Devo ter participado de mais de 40 congressos distritais dos jovens. Já participei de uns 03 dos leigos. Mas já deveria ser muito mais...

7) Cargos ocupados na JELB/Distrito/União Juvenil:
Minha estréia foi como secretário na Jelremi, por volta de 81/82. Começava ali minha parceria com o “pequeno alce” Carlos Hand. Depois, participei da Jelbopi. O trabalho missionário da congregação Bom Pastor foi muito bom em Porto Santana (Cariacica/ES), que fundamos lá, onde residia na época, uma nova congregação e logo depois o próprio departamento juvenil. Mas o intercâmbio (programações, amizades e namoros) era tão grande entre a matriz e filial que na segunda metade nos anos 80 as juventudes se unificaram, ficando só a Jelbopi, que viveu ali uma época de ouro. Éramos tão fortes, em quantidade e qualidade, que rivalizavámos (no bom sentido) com potências como a Redentor de Vitória, Paz de Vila Velha e Esperança de Campo Grande. Nos encontros esportivos, nas disputas do atletismo e vôlei principalmente, ninguém mais aguentava o “olê, olê, olá, Itacibá, Itacibá”! Nem nós mesmos (risos). Não consigo lembrar exatamente quais cargos em que anos participei, mas fui de tudo nestes anos 80/90 na juventude. Participei de 02 diretorias distritais e do Conselho Geral da Jelb na gestão 97-98. Em Guarapari 99, estava praticamente de lua-de-mel.

8) Música(s) da JELB que você mais gosta:
Gosto muito de música e sempre tenho dificuldade em escolher o melhor de alguma coisa. Tudo tem o seu momento. Mas posso destacar algumas bandas como Centelhas, Radicais Livres, Todas as Tribos, Sãos e Salvos e as capixabas White Sheep e Criados por Cristo.

9) Momentos marcantes que viveu na JELB:
Posso dizer que tive a honra e a oportunidade de viver muitos momentos marcantes na minha vida jelbiana. Desde eventos na própria união juvenil, como no distrito e nos congressões, que sempre são muito marcantes. Como não abrir um sorriso ao lembrar de festivais de teatro, retiros históricos, de excursões para congressão, organizar e executar um congressão? Quando relembramos isto, notamos muitas vezes que nos sentíamos pequenos, temerosos e, mesmo desesperados, frente a desafios. Mas lembramos também que, sob a orientação de Deus, os resultados eram impressionantes. Cito uma noite de louvor que promovemos na época da juventude de Porto de Santana, um grupo pequeno e novo, quando convidamos o distrito e achávamos que não ia dar ninguém e até a rua ficou lotada! O título da Jelbopi no futsal masculino em Aracruz/ES, como esquecer! Aquela devoção teatral que fizemos em Santa Rosa/RS! E as visitas da diretoria distrital no interior de Domingos Martins? O trio elétrico em Guarapari! A longa colaboração no Xereta, que delícia! Olha, vamos parando por aqui, senão vou ficar emocionado.

10) Do que você sente mais saudade dos tempos antigos?
A velocidade mais lenta. As coisas poderem ser feitas mais devagar. Quantos retiros (e mesmos congressos) participamos em escolas, dormindo em sala de aula, fila quilométrica para banheiro, mas tendo uma manhã inteira sentado em círculo nos colchonetes debatendo e refletindo sobre algum tema bíblico. Hoje tudo tem que ser rápido, objetivo, resumido. Alta tecnologia e baixa profundidade. Era muito bom saber que teria um feriadão que você poderia sentar com os amigos para estudar, planejar, jogar, papear, namorar, sem ter celular, palm, notebook etc. para atrapalhar...

11) Relembre alguns fatos pitorescos:
Ah tem muito, né. É só sentar, abrir uma gelada, que tem estória para virar a noite... Lembremos de um famosinho, num congresso lá no Polivalente de Campinho (Domingos Martins/ES), nos idos de 83/84, o distritão ainda, tinha uma gincana e o líder chamava: “agora eu quera uma xóvi de cada congregação”. E repetiu 03 vezes e nada de aparecer alguém da juventude de Rapadura. Ao que algum gaiato soltou: “esti xóvis de Rapadura são tuta mesma umas rapamoles!”.

12) Deixe uma mensagem para a JELB de hoje:
Posso deixar um versículo do qual gosto muito: “Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam." (Isaías 40.31). Creio que a nossa igreja (enquanto instituição) ainda não descobriu o jeito de lidar com os seus jovens neste novo século. A evolução neste quesito é muito lenta e a dinâmica dos jovens demanda um reposicionamento. Mas que os jovens façam a sua parte, não desanimem, não abandonem a sua igreja. Mostrem a sua força e o seu valor. Busquem sempre a Deus para orientar e abençoar seus projetos, tanto na igreja como na vida, que os bons resultados virão naturalmente. Façam a diferença!


Galeria de Imagens:

JELB - Juventude Evangélica Luterana do Brasil
Publicado: segunda-feira, 22 de julho de 2013

Comente este post!

Teófilos.Net
Teófilos.Net - Um Site para os Amigos de Deus
Compartilhando: Conhecimento Bíblico - Artigos Teológicos - Conteúdo Cristão
E-mail: wagnerjann@gmail.com
2009-2017 - Todos os Direitos Reservados - Teófilos.Net
Desenvolvido por: Wagner Jann
rolex replica sale | hublot replica uk | replica watches sale | rolex replica uk