Banda Herdeiros - Povos, Cantai! Nasceu Jesus
"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito ...
HeartSong Cedarville University - A Mighty Fortress
A música Castelo Forte, de Martinho Lutero, numa versão contemporânea ...
Fernandinho - Música: Galileu
Galileu, o novo CD do Pr. Fernandinho, traz canções, cujas mensagens nos reportam ao ponto mai ...
Projeto Líder de Louvor - Ver aonde vou
Como um pai que educa o filho, Ele nos ensina a caminhar, mostra que nós temos um lugar. Ver o ...
Dinossauros da JELB - Teófilos.Net
Luizão
O primeiro presidente da JELB nordestino! Quem não conhece essa figura?

1) Seu nome completo:
- Luiz Antônio Pinto Cruz, “o Luizão” assim que meus irmãos jelbianos me conhecem até hoje.

2) Cidade e Estado de origem:
- Sou natural de Aracaju, capital do estado de Sergipe, em pleno Nordeste Brasileiro.

3) Desde que ano participa das reuniões de grupos de jovens da JELB?
- Sou fruto da missão luterana no Nordeste. As escolinhas bíblicas aos sábados à tarde sempre reunia a criançada em volta da Igreja para atividades recreativas e cristãs. Mas eu comecei a participar mais ativamente em 1994 quando comecei a freqüentar as reuniões juvenis e o grupo de teatro. Foi quando me decidi, no mesmo ano, fazer instrução e tornar-me luterano. Na minha família, duas irmãs já eram luteranas e o testemunho delas também foi um elemento motivador. Ser luterano no Nordeste não é fácil porque estamos em meio a um pluralismo religioso muito intenso e nós precisamos ter a identidade de quem somos e o que cremos.

4) Ainda está em atividade, ou já está em “extinção”?
- Oxente, que história é essa de EX-TIN-ÇÃO? Estou aqui vivinho da Silva, vici!? Além do mais, quem é de Deus nunca entra em extinção, pois temos com Ele um amor pleno e eterno. Eu optei em não participar mais das Uniões Juvenis, pois não sou mais jovem, mas sou sim um jelbiano eterno. Em virtude disso, ministro estudos para os jovens, ajudo na logística do evento deles, escrevo peças teatrais, enfim, não tem como se desligar plenamente. Eu também ministro curso de liderança em outras regiões da JELB, escrevo para os jornais e revistas. No meu Orkut, dialogo com a liderança juvenil de todo país.
- Sempre tem um jeito de encontrar um elo, não um elo perdido hehehe, mas um elo de comunicação e de troca de experiências. Eu sou o LUIZÃOSAURO, tanto que os jovens tomam susto quando me vêem pedem para tirar fotos e autografar o livro. É um respeito e um carinho muito intenso.
Eu penso que eu tenho que ajudar os leigos e me envolver mais nesse ministério.

5) Participou de quais congressos Nacionais?

- Deixe-me pensar...

- 1997 – Curitiba – PR - Agindo como testemunhas de Deus.
- 1999 – Guarapari – ES – Um novo canto.
- 2001 – Canoas – RS – Família de Deus.
- 2003 – Aracaju – SE – A fé venceu o mundo. (Uhuuuuu \o/ Aqui – O maior evento da IELB realizado no Norte/Nordeste)
- 2007 – Joinville – SC – O poder da palavra de Deus

- Pow rolou emoção agora só de lembrá-los. Só me dá forças para avançar ainda mais.

6) Participação em Congressos Distritais: (lembra quantos?)
- Impossível lembrar foram muitos e muitos aqui no Nordeste Coqueiros, de 1994 até hoje. Imagine se eu contasse os que representei como Presidente da JELB. Incalculáveis mesmo.

7) Cargos ocupados na JELB/Distrito/União Juvenil:
- Foram vários Cargos.
- Na União Juvenil – fui vice-secretário, secretário, vice-tesoureio, tesoureiro, vice-presidente e presidente. Também fazia parte do Coral da Igreja, eu era tenor. Cantava na banda Mensageiros da Luz. Entretanto, o forte da nossa União Juvenil era o teatro, tínhamos um grupo teatro muito bom, o Vocação.
- Distrito – Representante da JELB várias vezes e Presidente.
- Cargos na JELB – fui eleito RD inúmeras vezes aqui no Nordeste Coqueiros. Depois fui convidado a compor a Comissão do Histórico da JELB pela gestão capixaba e permaneci na gestão porto-alegrense. Depois liderei o CG Nordestino, no cargo de Presidente da JELB.


8) Música(s) da JELB que você mais gosta:
- Eu teria uma lista enorme para falar das músicas, pois gosto muito dos CDs da JELB, mas o lançado em Curitiba em 1997, ainda é o meu favorito. Tenho todos os outros CDs, mas parece que ficou ua impressão da música número 10 de cada CD ser a melhor, a mais tocante.
- Como luterano e nordestino, gostei muito de ouvir o hino da JELB em ritmo de baião no CD do CG Capixaba. Isso sem contar as músicas das bandas e dos hinários. Somos a Igreja que canta, difícil escolher uma só. Sem falar, que todo congressão tem sua música mais querida dos jovens.

9) Momentos marcantes que viveu na JELB:
- O Congressão de Canoas/RS de 2001 foi um momento muito emocionante para todos nós congressistas, pois na época os jovens luteranos de Belo Horizonte sofreram um grave acidente com seu ônibus e um jovem chegou a falecer e outros tantos feridos. Nós assumimos a JELB, enquanto CG Nordestino, em meio a essa dor. Quando teve o Congresso do DIMI – Distrito Mineiro, os representantes do CG estavam dispersos pelo Espírito Santo, São Paulo e Minas todos se dirigiram para o evento em Teófilo Otoni para dar uma força aos irmãos mineiros.
- Acreditamos que esse acidente e a imensa distância do Nordeste contribuíram para muitos jovens desistirem de participar do Congressão em Aracaju, 2003.
- Outro fato marcante foi o atentado terrorista às Torres Gêmeas. O mundo ficou perplexo diante dessa tragédia e nós dialogamos com os jovens luteranos dos EUA via internet e demonstramos nossa solidariedade.
- Tem tantos outros momentos, mas vou listar mais algumas rapidinhas:
O encatamento do meu primeiro congressão em Curitiba;
Fazer parte da comissão do histórico da JELB dos CGs Capixaba e Porto Alegrense;
Liderar cerca de 600 jovens de Rondônia num ato evangelístico na cidade de Espigão d’Oeste;
Ser presidente da JELB;
Escrever o livro Em Busca do Sonho e ter o prefácio do Carlos Hand;
Agora, eu me emociono até hoje só em lembrar, que nós organizamos o primeiro congressão fora do eixo sul-sudeste. Foi uma honra e uma benção.

10) Do que você sente mais saudade dos tempos antigos?
- Eu sou historiador e meu olhar para os tempos antigos não é de "nostalgia dos tempos que se foram". As lembranças da Jelb, dos congressos e principalmente das pessoas vivem e viverão para sempre em mim. A saudade dos tempos antigos não pode fazer julgar o tempo presente como ruim, mas a saudade é um sentimento de quem valeu apena o que vivi na minha juventude. Quantos jovens brasileiros tiveram uma juventude digna, sadia e cristã como a nossa? Pouquíssimos! A lembrança deve servir como alavanca, olhar para o tempo presente, o agora e já, pois Deus ainda nos chama para servi-lo. Eu posso dizer que tive uma juventude muito feliz Igreja Luterana. Esse tempo de moço só me dá forças para conquistas meus novos objetivos em outros tempos, mas continuo com a mesma fé e força de sempre, mas compartilho as tradições que aprendi com Pastores Ronaldo Holdorf, Edson Nimbu, Paulo Klaudat, Waldyr Hoffmann e Carlos Winterle.

11) Relembre alguns fatos pitorescos:
- Há meu Deus, foram tantos hehehe.
- Como fui o primeiro presidente nordestino, o meu sotaque, minha alegria e minha cultura chamavam a atenção de todos. Ouvi muita piada de nordestino e farinha. Em alguns lugares que fui representar a JELB colocaram Luiz Gonzaga cantando.
- Eu virei uma lenda viva entre os jovens luteranos. Justamente porque quando acabava a programação oficial dos congressões, os jovens ficavam dispersos e sem ter o que fazer. Alguns mais tímidos, não sabiam como chegar até as meninas. Então, reuni alguns capixabas e criamos a "Oficina Clandestina de Forró". Clandestina porque ela era espontânea, simples e organizada pelos próprios congressistas quando acabava a programação oficial. Ela continua até hoje.

12) Deixe uma mensagem para a JELB de hoje:
- Cada geração tem uma força, tem a sua importância. A juventude luterana de hoje, de ontem e a de amanhã possui elos muitos fortes, e mais comuns do que imaginamos. Muda a vestimenta, uma coisinha ali e outra acolá, mas o Deus é o mesmo, a Palavra é mesma e as tradições luteranas também.
- Deixo como mensagem um trecho do nosso hino jelbiano: "Juventude Luterana, forte em santa união". Alimentem-se do que realmente vale apena, mas lembre-se, você não está na Igreja, você é a Igreja. Dialogue com a juventude luterana da sua cidade, do seu estado, da sua região e do Conselho Geral. Encontre amizades significativas e verdadeiras, arraste-as para toda sua vida, pois elas e eles são tesouros fabulosos. Exerça seu dom com alegria e sabedoria. Cante, toque, ore, faça teatro, namore, viva plenamente o seu tempo. Eu tive uma juventude inesquecível, e eu agradeço a Deus por isso.


Galeria de Imagens:

JELB - Juventude Evangélica Luterana do Brasil
Publicado: segunda-feira, 22 de julho de 2013

Comente este post!

Teófilos.Net
Teófilos.Net - Um Site para os Amigos de Deus
Compartilhando: Conhecimento Bíblico - Artigos Teológicos - Conteúdo Cristão
E-mail: wagnerjann@gmail.com
2009-2017 - Todos os Direitos Reservados - Teófilos.Net
Desenvolvido por: Wagner Jann