Neste sábado, 19/11, Programa inédito Rock CPT com o especial da band
Programa inédito Rock CPT com o especial da banda Triúno. ...
Seminário Concórdia realiza Simpósio de Missão Internacional
A minha igreja está na cidade - Uma visão multifacial da missão da Igreja na cidade ...
Mensagem do presidente da JELB sobre seus 91 anos
O jovem Gadiel Baminger, presidente da Jelb, fala sobre a celebração dos 91 anos da Jelb ...
45º Congresso Nacional da JELB e 1º Encontro Latino Americano
Programação conjunta será de 17 a 22 de janeiro de 2017, em Governador Celso Ramos, SC ...
Banda Herdeiros - Povos, Cantai! Nasceu Jesus
"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito ...
HeartSong Cedarville University - A Mighty Fortress
A música Castelo Forte, de Martinho Lutero, numa versão contemporânea ...
Fernandinho - Música: Galileu
Galileu, o novo CD do Pr. Fernandinho, traz canções, cujas mensagens nos reportam ao ponto mai ...
Projeto Líder de Louvor - Ver aonde vou
Como um pai que educa o filho, Ele nos ensina a caminhar, mostra que nós temos um lugar. Ver o ...
foto: Internet
Espiritualidade e Realização Profissional
Blog Curando Relacionamentos, de propriedade do autor

Realização traz prazer, prazer nem sempre traz realização. O uso de uma droga pode trazer prazer momentâneo, mas não realização. A busca por múltiplos parceiros sexuais evidencia a própria falta de realização sexual, apesar do prazer momentâneo. A possibilidade da “redenção” das imperfeições corporais através de uma dieta perfeitamente calculada ou redesenho do corpo com cirurgia plástica a fins estéticos, causam uma paradoxal angústia em relação ao próprio corpo. Sem entrar no mérito da questão, a constatação é clara: mulheres, desde muito jovens, insatisfeitas com seus corpos.
Estes exemplos apenas querem nos remeter à palavra realização que faz parte da busca de profissionais de todas as áreas. Como a espiritualidade pode nos ajudar a compreender a realização profissional?
Em primeiro lugar, precisamos desconstruir a imagem da espiritualidade com alguma denominação religiosa. O rito, mito (texto sagrado/revelação divina) e o símbolo existem por causa da espiritualidade, não o contrário. Espiritual é a força máxima que traz sentido à vida: Deus, Jesus, Universo, Alá, YHWH etc. Portanto, a espiritualidade é um questionamento humano. A religião como denominação é a “resposta” organizada em dogmas: definição de Deus, o papel da caridade, o valor do próximo etc.
Para o psicólogo Viktor Frankl (1905-1997) o ser humano possui os valores de ordem espiritual para realização humana. São os valores criadores, vivenciais e de atitude. Os valores criadores estão relacionados aos nossos talentos expressadas pela arte e criatividade. Basta lembrarmos de nossa infância em que elogiavam nossos desenhos (rabiscos) ou nossas “habilidades” diante de um violãozinho de plástico ou o pianinho de madeira.
Os valores vivenciais estão relacionados aos momentos que dão prazer para uma vida inteira. Pode ser exemplificada por situações do tipo “antes de morrer ainda quero conhecer x lugar”, ou “conquistando fulano (a) o mundo pode acabar...”.
Os valores de atitude podem ser exemplificadas como transmissão de ética e caráter a um filho, a opção por sofrer injustiça ao invés de praticá-la (S. Agostinho), ou seja, aqueles desejos que não dependem de terceiros para serem realizados e podem tem um poder tão forte, que as vezes é o “último desejo” expresso à família.
Nestes exemplos queremos encontrar a realização profissional. A realização traz prazer, o prazer, nem sempre realização. O ambiente de trabalho hostil, sem qualidade nos relacionamentos e confiança mútua, não é bom para a empresa, nem para o colaborador. Pequenos “prazeres” como aumento de salário ou elogios ou até promoções não trazem motivações duradouras para a realização profissional.
Li uma frase que dizia: “Eu não disse que seria fácil, disse que valeria a pena”. O indivíduo individualista busca o prazer antes de tudo. Não suporta ideias diferentes, servir o outro nem ser criticado para crescer. Por outro lado, o indivíduo com espírito cooperativo e coletivo, tem prazer em servir o outro em meio às críticas e de otimizar o trágico, ou seja, extrair das piores situações, as melhores lições. É esta realização que traz prazer e motivação para crescer como pessoa e profissional. Pois, se prazer nem sempre traz realização, a realização sempre trará prazer, pois é fruto de um duro caminho percorrido. Os bem-sucedidos que o digam. Não é sorte: é prazer em realizar-se!!!


Rafael Wilske
Pós-graduando em Inteligência Espiritual
Teólogo
rafaelrelacionamentos@gmail.com
Rafael Wilske
Blog Curando Relacionamentos, de propriedade do autor
domingo, 21 de julho de 2013

Comente este post!

Teófilos.Net
Teófilos.Net - Um Site para os Amigos de Deus
Compartilhando: Conhecimento Bíblico - Artigos Teológicos - Conteúdo Cristão
E-mail: wagnerjann@gmail.com
2009-2017 - Todos os Direitos Reservados - Teófilos.Net
Desenvolvido por: Wagner Jann
rolex replica sale | hublot replica uk | replica watches sale | rolex replica uk