Neste sábado, 19/11, Programa inédito Rock CPT com o especial da band
Programa inédito Rock CPT com o especial da banda Triúno. ...
Seminário Concórdia realiza Simpósio de Missão Internacional
A minha igreja está na cidade - Uma visão multifacial da missão da Igreja na cidade ...
Mensagem do presidente da JELB sobre seus 91 anos
O jovem Gadiel Baminger, presidente da Jelb, fala sobre a celebração dos 91 anos da Jelb ...
45º Congresso Nacional da JELB e 1º Encontro Latino Americano
Programação conjunta será de 17 a 22 de janeiro de 2017, em Governador Celso Ramos, SC ...
Banda Herdeiros - Povos, Cantai! Nasceu Jesus
"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito ...
HeartSong Cedarville University - A Mighty Fortress
A música Castelo Forte, de Martinho Lutero, numa versão contemporânea ...
Fernandinho - Música: Galileu
Galileu, o novo CD do Pr. Fernandinho, traz canções, cujas mensagens nos reportam ao ponto mai ...
Projeto Líder de Louvor - Ver aonde vou
Como um pai que educa o filho, Ele nos ensina a caminhar, mostra que nós temos um lugar. Ver o ...
foto: Internet
Cada dia mais Pacíficos e Solidários
Texto baseado na Epístola de Tiago 3.13-4.3, 7-8a

Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus,
Trago uma reflexão sobre o texto da carta de Tiago 3.13-4.8, e pedimos que Deus Espírito Santo seja o nosso companheiro e guia, fazendo com que a verdade de sua palavra alcance morada em nossos corações e mentes.
A carta escrita por Tiago é pequenina, porém possui um caráter universal e abrangente. Ao longo de todo o livro vemos ricos conselhos e palavras de exortação. Palavras dirigidas aos cristãos de todos os tempos. Orientações que nos animam e constrangem ainda hoje, nos dias em que vivemos. Já no início de sua carta, o apóstolo Tiago pede aos crentes que sejam “praticantes da Palavra e não somente ouvintes”. E mais adiante nos lembra numa das frases mais fortes da Bíblia que “a fé sem obras é morta”.
É comum ouvirmos a seguinte frase: “Como é difícil lidar com o ser-humano!”. “Eu prefiro lidar com cavalos!”. Realmente, vemos cada vez mais acentuada a dificuldade das pessoas se relacionarem umas com as outras. Por diversos motivos, todos nós temos dificuldade, uns mais, outros menos, no relacionamento interpessoal.
Tiago aponta para esta dificuldade das pessoas. Lembrando que em sua época a comunidade cristã estava num período de grande tribulação, pois estavam sendo perseguidos e mortos pelas autoridades do império romano. Sendo assim, mais do que nunca, a comunidade deveria buscar a paz e a união entre seus membros, e ser um grupo coeso.
De uma forma mais abrangente, o padrão bíblico para o relacionamento humano é a busca pela paz entre as pessoas. Também é o espírito manso, humilde, voluntário, solícito que cabe ao cristão.
Não é o que vemos no evangelho de Marcos?
O grande privilégio de sermos servos!
Agora, uma pergunta: De onde vêm as brigas e “guerras” entre as pessoas?
O relato bíblico aponta para a própria natureza do ser-humano. Vêm dos maus desejos que estão sempre lutando em seu coração.
Diz a Bíblia que a pessoa é capaz de MATAR para conseguir as coisas que deseja. Será que a Bíblia está exagerando? O que temos visto no mundo hoje?
Não devemos nos excluir do foco bíblico por não termos matado ninguém. No verso 14 o egoísmo, a inveja, a amargura também são condenadas. “Deus é contra os orgulhosos, mas é bondoso com os humildes”. O que vemos atualmente é uma triste realidade provocada pelo pecado que habita no coração de todas as pessoas. Cada vez mais vemos falta de amor, falta de paciência, agressividade, em casos mais extremos a falta de princípios mínimos de respeito e valorização da vida.
Nós também somos responsáveis pela falta de paz no mundo. Se nós cristãos não fizermos a diferença na sociedade em que vivemos, se não formos exemplos de pacificadores, se formos egoístas, violentos e vingativos, estaremos pecando gravemente.
Acredito que cada um pode parar e pensar em sua própria vida. Analisar onde posso melhorar no meu relacionamento com as pessoas. Quais são as minhas atitudes diante das minhas vontades não realizadas? Sou paciente com as pessoas? Fico irritado facilmente? Como trato as pessoas da minha casa? Da minha família? Como anda meu relacionamento com meus irmãos e irmãs da congregação Bom Pastor? Como lido com os colegas do trabalho e da escola? Como ajudo os que sofrem? Tenho sido solidário às necessidades e angústias das pessoas? Enfim, como trato as pessoas que “passam” pela minha vida?
Em primeiro lugar irmãos, devemos reconhecer nossos erros. Lamentarmos de tê-los cometidos e aproximarmo-nos de Deus.
“Deus é bondoso com os humildes. Cheguem perto de Deus, ...”, diz a sua Palavra, “... e ele chegará perto de vocês”.
E temos que reconhecer:
“A sabedoria que vem do céu é antes de tudo pura; e é também pacífica, bondosa e amigável. Ela é cheia de misericórdia, produz uma colheita de boas ações, não trata os outros pela sua aparência e é livre de fingimento. Pois a bondade é a colheita produzida pelas sementes que foram plantadas pelos que trabalham em favor da paz”.
Que nosso Deus nos ajude a sermos cada dia mais pacíficos e solidários; Humanos e sensíveis às necessidades das outras pessoas; felizes e abençoados por fazermos a sua santa vontade; e enfim, agraciados com a herança eterna por ele preparada aos seus filhos.
Wagner Jann
Texto baseado na Epístola de Tiago 3.13-4.3, 7-8a
domingo, 21 de julho de 2013

Comente este post!

Teófilos.Net
Teófilos.Net - Um Site para os Amigos de Deus
Compartilhando: Conhecimento Bíblico - Artigos Teológicos - Conteúdo Cristão
E-mail: wagnerjann@gmail.com
2009-2017 - Todos os Direitos Reservados - Teófilos.Net
Desenvolvido por: Wagner Jann